Aeroportos do Japão, tem reservas de combustível para os próximos dias

Gostou deste Artigo? Partilhe com os amigos

A maioria dos aeroportos do Japão tem reservas de combustível para os próximos 10 dias, segundo a primeira avaliação do impacto do sismo no Japão no tráfego aéreo mundial realizado pela Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA).A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), confirmou que algumas das instalações mais importantes de fornecimento de petróleo do Japão estão “danificadas”, pelo que as companhias aéreas estão a coordenar as suas acções para maximizar o combustível existente e o seu fornecimento utilizando camiões cisterna para abastecimento dos aviões. O Japão produz 3,4% da oferta total de combustíveis para aviões, em que uma parte significativa exporta para alguns paises da Ásia.
Os danos causados pelo sismo na passada sexta-feira poderão levar a um “aumento dos preços do combustível”, acrescenta a IATA, que engloba 230 transportadoras aéreas a nível mundial – equivalentes a 93% do tráfego mundial.
Uma semana após a tragédia, a IATA considerou, numa primeira análise, ser evidente que, no curto prazo, o sector vai sofrer uma “importante desaceleração”, tendo em conta que o Japão tem “um papel importante no transporte aéreo mundial”, representando 6,5% do tráfego regular em todo o mundo e 10% do total das receitas do sector a nível mundial.O Japão transporta 83 milhões de passageiros por ano só no mercado interno, o que se traduz em receitas de 19 mil milhões de dólares (13,5 mil milhões de euros). O volume total de negócios do sector aéreo japonês ascende a 62,5 mil milhões de dólares (44,6 mil milhões de euros), ou seja, 10% do total dos ganhos do sector. A nível internacional, os mercados mais expostos ao impacto do tsunami no Japão são a China, Taiwan, Coreia do Sul, Tailândia, EUA e Hong Kong. Na Europa, os principais afectados são França, Alemanha e Reino Unido. Portanto esperamos que o Japão consiga refazer-se rapidamente para os danos serem menores.

Gostou deste Post?
Criado por MisterWP - Blogues Profissionais em Wordpress